sexta-feira, outubro 14, 2005

Caderno Vermelho

Há coisas que não se explicam, realmente! Aqui há uns dois anos estava à conversa com a tia de um amigo que, a propósito das ironias da vida e do Paul Auster, me disse :« Tens de ler o "Caderno Vermelho"».
É mesmo verdade que ele anda sempre com um caderninho vermelho onde vai anotando as coincidências, factos estranhos e acontecimentos bizarros que se passaram com ele ou de que ele teve conhecimento. Publicou um livro com o mesmo título onde compilou 13 histórias "do arco da velha". Eu sou suspeita para falar, mas é de ler para abrir a pestana.
Isto porquê?
Porque ontem estava com uns amigos que já não vi há algum tempo, num bar relativamente refundido, sentados em frente à porta. E conversa puxa conversa, começo a falar de uma situação particular que passei com um senhor, que não é meu amigo, que nem é da minha idade e que não tem especial importância na minha vida...E até nos estavamos a rir disso.
Quando ele salta porta dentro...
Credo!

7 Comments:

Blogger SGTZ said...

O mundo funciona de uma forma estranha. É a única coisa que te posso dizer. Nunca pensaste pq motivo se encontram desconhecidos que nos parecem familiares? Há coisas que não se explicam...

5:13 da tarde  
Blogger Mary Mary said...

Quantas vezes isso não acontece!
Aquele amigo com quem não falamos a algum tempo e nem sequer nunca mencionamos o nome dele. Quando de repente lembras-te: "tenho que ligar para combinar café... e ele telefona nesse instante!"
Um grande arrepio na espinha é o que dá... :P

7:07 da tarde  
Anonymous EG said...

Sobre essas manifestações do acaso que tanto te surprende e fascina, há um outro livro do mesmo autor "Experiências com a verdade" que te convido a ler...

Gosto do teu blog e venho aqui com alguma frequência. É uma forma de continuar a saber de ti.

Um beijo

10:45 da tarde  
Blogger Sunday Morning said...

gosto muito de ler os livros de paul auster as personagens vão ganhado vida quase nos toca e parece nos tao semelhante.
o caderno vermelho li a oito anos e apartir dai continuei, mas o meu favorito sempre será timbuktu

9:02 da manhã  
Blogger joaopedromira said...

adiantei-me na leitura.
comprei esse livro há uns meses atrás quando ele cá esteve.
Foi ficando na prateleira.
ficando
ficando.
porque tenho muitos livros em suspenso.
porque tenho uns para ler primeiro que outros.
enfim...
lembraste-me que o tenho e nem sequer o tinha lido.
mas agora tirei-o lá detrás da estante para lê-lo em minutos.
curioso não?

11:20 da tarde  
Blogger joaopedromira said...

até quando a poll?
é que já percebemos quem vai ganhar... aHAHAH queres ir ver o Castelo andante?

12:28 da manhã  
Blogger lpf said...

sunday morning (e ja agora, todos os interessados): aconselho o "Palacio da Lua" ... e o "Leviathan". Considero ambos um pouco melhores que o "Timbuktu".

12:40 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home