terça-feira, agosto 09, 2005

Preciso de uma mãozinha

Ora reflectamos sobre estes fenómenos inexplicaveis que me têm consumido nestes últimos dias:
1) O Fenómeno Tony Carrera
O que é que o distingue dos demais cantores portugueses para encher o Pavilhão Atlântico?
2)O Fenómeno do Trânsito
Porque é que às vezes estamos horas na fila sem razão aparente, e outras em que pensamos que vamos estar horas não estamos?
3)O Fenómeno da Rede
Porque é que todos temos a enorme tendência de passar com os dedos nas redes que protegem os campos de futebol de bairro, quando estamos a caminhar paralelamente a elas?
4)O Fenómeno da Pastelaria
Porque é que o dono do café por baixo da minha casa continua a não pôr luvas nem lavar as mãos antes de fazer uma sandes de fiambre,mesmo depois de várias pessoas lhe terem chamado a atenção?
5)O Fenómeno do Galã-Herói
Porque é que nos filmes americanos o bom da fita leva murros e pontapés e não se queixa, mas quando a namorada lhe vai curar as feridas diz sempre "ai"?
Já me debrucei sobre todas estas questões e nada, continuo sem uma resposta lógica...
Bem sei que não são questões pertinentes mas fazem espécie a uma pessoa...

6 Comments:

Blogger lpf said...

1) O Marco Paulo também encheria
2) Esta tudo de ferias
3) Nao sabem estar com as maos quietas
4) Sabem melhor assim
5) Ai, que ja sei como isto vai acabar...

5:05 da tarde  
Anonymous Miguel R said...

1) Mistérios insondáveis dos corações palpitantes... (ai que ele está a cantar para mim!)
2) Sentido de humor retorcido de Deus (se tiveres pressa é trânsito na certa)
3) As texturas dos finos traços chamam pelas mãos (é como as bolinhas dos plásticos que revestem as embalagens, chamam por nós pronto!)
4) Preguiça e teimosia lusa (só o tempo que perco em calçar o raio das luvas... Quer dizer faço isto há 30 anos e ainda me querem ensinar não?)
5) Todos os homens amolecem nos braços da mulher certa (os herois americanos tambem, os ai são apenas uma prova de afecto... ou desejo... ou carinho... ou porque estava escrito no raio do argumento do filme!)

9:06 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

1.É tudo um fenómeno de marketing. O Tony (para os amigos, claro...) é na verdade tão merdoso como os outros mas prefere tirar menos dinheiro por concerto e ocupar as cadeiras com pessoal amigo e familiares (entre 95 a 100%, chegando por vezes aos 102% se considerarmos os que ficaram de pé) dando por isso a sensação de chegar mais longe do que os outros pimba stars. Apesar de não ser fã (dasse...) tiro o chapéu a quem prefere gastar mais uns trocos na produção do espectáculo musical (ainda que artificial) do que no lucro rápido.
2.O trânsito varia um pouco mas não assim tanto. A 2.ª circular e a ponto 25 de Abril provocaram mais avcs do que todos os restaurantes da mealhada juntos.
3. Assim como se pode dizer que "podes tirar o tigre da selva mas não a selva de dentro do tigre" também é verdade afirmar que "podes tirar o suíno do corral mas ..." já estás a ver onde é que isto vai dar, não já?
4. Passar as mãos pelas redes dá um peculiar sensação de massagem que está cravada no nosso íntimo desde os tempos de garotos. É um pouco como o sorriso que sou incapaz de não ter quando passo pela miudagem sentada no chão do Continente a ler bds à borla...
5. Le petit Fred tem razão. Tudo se resume ao galã estar a preparar o take seguinte. Desse ponto de vista creio não ser exagerado afirmar que o herói da Praia da Rocha, o Zé Zé Camarinha é na verdade um herói esquecido mas enfim...ninguém é profeta na sua terra...

E agora para questões mais sérias e de outra profundidade:
Sexo na banheira, é bom?
Em caso afirmativo, há vantagens em passar para o chuveiro?
Há razões para afirmar que o bidé tem sido esquecido?

E agora para pergunta de desenvolvimento (16 valores) estaremos perante - isso mesmo - o fim da retrete nas suas funções social-reprodutoras?

Ficam estas questões. Espero ver respostas e gráficos quando voltar ao dizconversando.


PS- Alguém me sabe dizer onde posso encontrar o filme Português "Amo-te,porra" ? Os meus agradecimentos em antecipação.

9:26 da tarde  
Blogger Miss Xangai said...

Lindo Lindo.Este anónimo, que eu até desconfio quem seja, esteve ao rubro!

10:28 da tarde  
Blogger SGTZ said...

Bom a questão do Tony Carreira é de facto preocupante, mas acho que é da bela, original e inovadora música que faz ajuda, assim como o excelente gosto na escolha de roupa - foi visto em Loures com calças brancas e camisa de seda
trouxa ...

O trânsito tem de ser visto de uma forma construtiva. Faz parte da aventura de viver na selva urbana e, tal como numa selva, há sempre uns bichos que, neste caso não comem ninguém, ficam a olhar para tudo o que estiver fora do local.

A higiene, de facto, não abunda nas tascas nacionais. Já comeram Sundaes no McDonald's? Sabem como a máquina é limpa? Não conto ...

Passar os dedos nas redes...Lembram.se dos tempos em que a mãe dizia não faças isso, não faças aquilo... pois é "não metas as mãos em paredes sujas" e pronto até ao momento em que a idade nos impedir de levantar o braço vamos continuar a contrariar a mãezinha

O melhor é não entrar no cinema americano, há mistérios onde é melhor ninguém se meter...

Imaginem só se começássemos a pensar em questões como:
1 - Quem vê os Batanetes?
2 - Como é possível os Blind Zero venderem discos?
3 - Como o Van Damme chegou a actor
4 - Porque será que sempre que alguém faz uma ultrapassagem, olha para o lado?
5 - Se o "google earth" gratuito parados nas ruas, será que a NASA viu aquela noite em .....

2:01 da manhã  
Blogger peixinho da horta said...

Muito boas as questões levantadas. Tenho outra: alguém me diz porque é que a Vodafone se deu ao trabalho de espalhar receptáculos de cinzeiros ao longo da costa portuguesa para estarem sempre vazios?

Eu sei, eu sei, a resposta não é difícil, mas podia haver uma continuação da atitude nobre da coisa.

1:49 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home