domingo, julho 03, 2005

Sin City

"Sin city", o único lugar no mundo onde o sangue é branco e as lágrimas prata. Embora não seja constante, Robert Rodriguez brinca com o imaginário da dor e de um mundo pecaminoso paralelo, em que as mulheres saem a ganhar. Finalmente!
É o lugar dos duros, dos corruptos e dos corações despedaçados, com uma nítida ajudinha da violência moderna à la Tarantino. E nada escapa, nem igreja, nem prostitutas com vida própria.
Lindo lindo é ver a interpretação de Mickey Rourke - Marv- mais feio que nunca!
O que se calhar é mais estranho no projecto todo, é não parecer cinema. Parece a transcrição em movimento do que se passa na BD, quer na fotografia, quer no argumento, quer na montagem, quer obviamente, nos enquadramentos. Às vezes parece que falta apropriação de espaço, a câmara a explorar mais o cenário. Mas é uma opção de estilo.
Eu gostei.