sexta-feira, junho 24, 2005

Soudadchi

Hoje tive uma sensação que nunca tinha tido antes e tem tanto de desagradável quanto de sinistro.Senti inveja de mim mesma. Ou seja, senti vontade de ter ,naquele momento, o que tinha há dois anos atrás. Acho que é a isto que se chama saudade.Mas então andei enganada, porque a minha saudade não é triste nem melancólica, é de pôr o sangue a ferver.
Eu amei o meu curso.Gostei tanto que ,se fosse coerente, o voltava a fazer todo de novo.
A propósito de um artigo que tenho que fazer este mês,assisti a um seminário chamado "arquitectura da diferença". Oradores,coordenadores e alunos juntaram-se durante uma semana para debater o tema e criar projectos. Basicamente é isto. Mas não é só, é muito mais. É muito mais porque eu queria muito ser uma daquelas alunas outra vez.Queria poder participar no desafio porque pouca coisa me dá mais pica que chegar a uma resposta que não é, à partida, evidente.
E depois falou o filósofo.E falou do verdadeiro.E de como uma mesa não é mais real que o olhar.
E depois fui-me embora,meti-me no carro e voltei à vidinha.
É por isto que a saudade dói.
Será só a minha?

2 Comments:

Anonymous quico said...

A saudade é a melhor sensação que podemos ter em relação a algo ou alguém que nos significa tanto, é a saudade que me move e me faz sentir vivo. Embora não seja um saudosista, e prefiro que o "mundo pule e avance" às vezes... concordo ctg CUCA, deviamos poder de vez em quando voltar a fazer tudo de novo, com os mesmos erros e com a mesma ingenuidade... É bom ter saudades, ou não fossemos nós 100% portugueses! Viva à saudade, Vivó Verão, Viva às sardinhas e a tudo o que nos faz rir e gozar a vida em pleno...

2:42 da tarde  
Blogger joaopedromira said...

sei bem o que dizes...mas desta vez eu participei no que te fez ter saudades! hihi

11:22 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home